Vereador invade festa particular

O vereador Jair Júnior (PSD) invadiu uma propriedade particular, o Salão de Festas do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e similares na noite de sexta-feira, 4 de maio, deixando  constrangidas as pessoas que lá estavam.

De posse de um celular, ele entrou no recinto, subiu a escadaria e foi até o salão de festas, no 1° andar, onde acontecia uma recepção de formatura. Por ser uma entidade privada, é comum o Sindicato emprestar, ceder, ou alugar o salão para eventos de seus associados, diz o presidente da entidade, César Alves.

O atitude desvairada feito pelo vereador deu-se quando recebeu informação de que na Secretaria de Turismo estava acontecendo uma “festinha”, com muita gente bonita e bem vestida,  e muitos carros, porém “fora de horas”.

Mesmo formado em Direito, o vereador sequer se informou da real situação, pois a secretaria Municipal de Turismo se instalou no local através de um acordo feito em 2013, pelo secretário Flávio Agostini.                                                                                                      Além de ter invadido uma propriedade particular sem autorização do dono, cabe até uma ação por Danos Morais, contra o vereador invasor.

 

Programa Regularização Fundiária.

Lançado agora pela manhã o programa que pretende regularizar a situação de quase três mil famílias que moram em áreas doadas pelo município mas não tem sua situação regularizada até hoje. As escrituras serão passadas para as mulheres e conta com a fiscalização do Tribunal de Justiça , através do Desembargador Ledio Rosa (Programa Lar Legal).

Denúncia é arquivada.

A partir de denúncia feita pelo então radialista Kiko Ranzolin no programa Boca no Trombone da Rádio Menina, o vereador Osni Freitas (PDT) e o advogado Alian Pinto Schlemper protocolaram denúncia na 5ªPromotoria do MPSC.

Eles pediam investigação sobre o fato do prefeito Antonio Ceron fazer parte de conselho fiscal da Casan e Celesc, sob alegação de que a função de prefeito exige dedicação integral, além iminente conflito de horários na agenda. De imediato foi instaurado o procedimento investigatório, informado Ceron sobre o feito para apresentar informações e, ao final, à luz daquilo que decidem os chamados Tribunais Superiores, a denúncia foi arquivada. A Promotoria determinou inclusive a publicidade de estilo àquilo que se encaminhou:

DIC mostra assassinos.

Polícia Civil, através da DIC, apresentou agora pouco os suspeitos de assassinar com um tiro o empresário Jó Netto Momm. Figura conhecida e querida na cidade, o engenheiro recebeu um tiro quando os suspeitos tentavam assaltar um comércio da família localizado no bairro Coral. O crime que chocou a sociedade, conhece agora os suspeitos. Um menor que reponde segundo o ECA e dois maiores. Matheus Alberto Oliveira(Bocão)  e Ederson Silva Fernandes (Tiziu) que vão responder pelo crime de latrocínio.

Sem Desembargador.

Em menos de um mês, a cidade perde duas vagas de Desembargador. Primeiro foi o advogado Richard da Silva, que buscava sua indicação para o Tribunal de Justiça. Foi preterido por um advogado de fora. Agora foi a vez do advogado João Vicente Ribeiro dos Santos, que buscava sua indicação para o Tribunal Regional do Trabalho, e o presidente Temer escolheu um advogado de Itajaí.  Ou seja, enquanto não tivermos força política, vamos comer pela mão dos outros, migalhas .

Lageano na disputa

Citação

O advogado lageano, João Vicente Ribeiro dos Santos, está na disputa para uma vaga no Tribunal Regional do Trabalho como desembargador. João Vicente foi escolhido em uma lista de 6 advogados, que depois virou 3, a agora depende da escolha do Presidente da República. Mais um teste para saber se temos força política ou vamos perder para o litoral mais uma vez.