João e José

Durante convenção nacional em Brasília, o PMDB decidiu mudar de nome. Depois de homologada a alteração pelo TSE, o partido passa a se chamar MDB. Sobre isto o Coordenador da Força -Tarefa da Lava-Jato, procurador Deltan Dallagnol, falou: ” Maria descobriu que João a traiu. João muda o nome para Jose e diz que não foi ele que a traiu. Baita solução “.

PSD desembarca

Frase do deputado Estadual Gelson Merisio, virtual candidato do PSD a sucessão de Raimundo Colombo: ” O PSD vai desembarcar do governo junto com Raimundo Colombo. Não seria legítimo participarmos de um governo em período eleitoral, sendo adversários até outubro “.

Merísio (PSD) e Sílvio (PP), podem ter a benção de Colombo.

Quase no final

Assessoria de Raimundo Colombo, chamou alguns jornalistas políticos do estado para um almoço com o Governador em Floripa. Pelas declarações conclui-se que o Governador só vai renunciar em Abril, mesmo, mas o PMDB comando o Estado a partir de janeiro de 2018. Colombo deve fazer um curso na Espanha em janeiro e na volta em fevereiro, deve cuidar da saúde. Neste caso, em março arruma as malas para deixar o Palácio em abril. Colombo que mantém um bom relacionamento com seu vice Pinho Moreira (PMDB), está vendo seu partido, o PSD, cada vez mais longe do PMDB. Na região serrana, deve entregar o novo Hospital pronto, e ver a estrada da Coxilha Rica deslanchar.

Na presidência.

No seu terceiro mandato como vereador, Luiz Marin (PP), deve assumir a presidência da Câmara de Vereadores de Lages, na sessão desta terça-feira. Para que isto aconteça, a vereadora Aidamar (PSD), atual presidente, deve renunciar e uma nova eleição deve acontecer. Como o clima é de cordialidade entre seus pares, Marin deve chegar a presidência.

Luiz Marin é candidato presidência

Justa Homenagem

O Governador Raimundo Colombo assinou ato conferindo ao ex-deputado Ivan Ranzolin a medalha Anita Garibaldi, a maior condecoração o Estado. A outorga será no dia 18 de dezembro no Grupo Rosa. Ivan Ranzolin foi vice-prefeito de Colombo na prefeitura de Lages e exerceu sete mandatos parlamentares, instalou a Defensoria Pública Estadual e hoje é o presidente do CIASC.

Ivan Ranzolin, Raimundo Colombo e Marcelo Menegoto

Vereador interfere

Tenho sido questionado por várias pessoas, ou pessoalmente ou através de mensagens no blog, sobre não ter comentado nada, e a imprensa toda muito pouco, com raras exceções, sobre denúncias de que um determinado vereador, ainda não sei quem é, teria tido influência ativa, inclusive usando de meios ilícitos, na recente eleição para o DCE da Uniplac, para eleger seu candidato que  acabou vencendo.                                                                                                                               Como passei a investigar um pouco , me deparei com um post do jornalista Paulo Chagas em seu blog  do dia  30/10 em que comenta o seguinte:    ” O Diretório Central dos Estudantes da Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC) irá passar pelo crivo dos acadêmicos, durante eleição da nova diretoria, nesta terça-feira (31). São duas as chapas: a da situação, e a da oposição.” e prossegue: ” E mais. Há o dedo de um vereador interagindo diretamente nos interesses do DCE, sem o conhecimento geral dos acadêmicos”. Pesquisando mais a fundo me deparei no blog da jornalista Olivete Salmória, com a seguinte informação: ‘1º – inclusive a representatividade está fragilizada, pois o DCE da Uniplac foi interpretado como trampolim político e depois do resultado das eleições o presidente sumiu! ”                                                                               Portanto analisando estes dois posts conclui-se que um vereador que se elegeu na última eleição é oriundo do DCE da Uniplac, e interferiu na recente eleição para este mesmo diretório. Esta denúncia é grave e precisa ser investigada a fundo, inclusive pela Câmara de Vereadores. As denúncias vão mais a fundo dizendo que este mesmo vereador foi funcionário fantasma na Assembléia Legislativa.                                                                                                                   Quem tiver mais informações pode repassar ao blog, que iremos pesquisar a fundo para descobrir quem é este vereador.

Quem será?

O PSD estava trabalhando até esta semana, com o nome do Deputado Estadual Gelson Merisio, como o único nome para concorrer à sucessão de Raimundo Colombo. Mas com a volta a política do ex-deputado Júlio Garcia, que se aposentou no TCE, o quadro começou a mudar. Nesta semana o deputado federal João Rodrigues, da mesma região do oeste do Merisio, teve seu nome lançado. Aguarda-se para os próximos dias a movimentação das peças no xadrez da política. Merisio e Colombo, conversaram em Lages.

Progressistas faz reunião

Mais de 50 filiados do partido Progressistas compareceram a uma reunião da sigla em pleno feriado. A reunião marcou o encontro de Esperidião Amin, que voltava de roteiro no oeste, com o deputado Silvio Dreveck que fazia roteiro na Amures. O foco do partido é estimular as candidaturas para deputados estaduais e federais. Em Lages, Lucas Neves e Juliano Polese, podem concorrer a Estadual e Luiz Marin deve sair a federal.