Uma ideia sobre “Imagens da tragédia

  1. Nunca realizamos o que escrevemos e nunca levamos a sério isso é coisa de página de redes sociais, no Facebook debato com toda a série e tipos de leitores, os mais fascistas, tipo fans de Bolsonaro, os que adoram militares, os que são radicais e não aceitam nada, mas é tão fácil na internet ser radical, conservador e chamar de imbecil o cara que estudou durante anos. Estamos nessa vida de passagem e todos os momentos devem serem aproveitados, a depressão e a esquizofrenia do rapaz eram casos sérios, mas nem a família deu bola e o mais grave nossa despreparada Polícia Militar, alega que um brigava com dez, e ainda treinam para estas missões difíceis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *