Sempre campeão

Paul McCartney retornou no domingo (16) ao topo da lista de mais vendidos nos Estados Unidos com um álbum solo pela primeira vez em 36 anos.

 “Egypt Station” – álbum de 16 faixas – ficou em primeiro lugar no ranking da revista Billboard.

O astro inglês, 76 anos, não poupou esforços para promover o álbum e participou em vários talk-shows americanos, além de ter feito um show gratuito na Grand Central Station de Nueva York.

De modo surpreendente, o ex-Beatle não fez o mesmo na Grã-Bretanha, onde “Egypt Station” estreou em terceiro lugar na lista de mais vendidos.

“Egypt Station” vendeu o equivalente a 153 mil cópias nos Estados Unidos na semana posterior a seu lançamento, em 7 de setembro, informou a empresa Nielsen Music.

De modo incomum para um álbum que lidera o ranking, praticamente todas as vendas aconteceram de modo tradicional, ao invés de compras em streaming ou faixas baixadas de modo individual.

McCartney, que ficou em primeiro lugar como artista solo na Billboard em 1982 com “Tug of War”, conseguiu o segundo maior período entre álbuns número um para qualquer artista.

O recorde pertence a Johnny Cash, que supera McCartney por sete meses.

Desde “Tug of War”, McCartney liderou a lista de mais vendidos nos Estados Unidos em quatro oportunidades com as coletâneas dos Beatles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *