Caiu o veto

Presidente Temer tinha vetado o projeto que federalizava a chamada rodovia Caminho das Neves, que começa na Br-282, passa por Urubici/São Joaquim e vai até Bom Jesus no RS. O veto foi derrubado na Câmara e Senado. Alguns deputados com trânsito pela Serra não votaram: Celso Maldaner, César Souza, Mauro Mariani dentre outros não compareceram. A federalização para alguns pode acelerar o final das obras que vinham sendo tocadas pelo governo do estado .

Perdemos Mais Uma

Agora sem o governador lageano e com o governador Pinho Moreira (MDB), retaliando nossa cidade, perdemos a sede do 2 Batalhão da PM Rodoviária. Sai de Lages e vai para Ibicaré no meio-oeste. Vamos perder também o CEDUP e por aí vai. O troco vamos dar em outubro na eleição.

Processo Anda

A juíza Karina Maliska Peiter em despacho nos embargos de declaração deferiu a imissão de posse da área desapropriada para a empresa Berneck à Prefeitura de Lages.  Cabe agora a prefeitura dar sequência ao procedimento para destinar a área em litígio (e mais a desapropriada da Seara) para a empresa Berneck construir a unidade. E isso encaminhado com segurança jurídica. Nesse sentido um projeto deve ser enviado em caráter de urgência à Câmara de Vereadores para tal providência.

Torcedor Pé Quente

A expressão assustadora de um torcedor na arquibancada do jogo do Brasil contra o México nessa  segunda-feira (2) chamou a atenção das redes sociais e virou meme entre os internautas. De acordo com apuração realizada pelo Correio Braziliense, o homem que ganhou fama na web de todo o país é Yury Torsky, de 34 anos. As imagens de Yury foram checadas, as quais estão publicadas em seu perfil no VK, rede social que é considerada o Facebook no leste europeu. O torcedor gostou da brincadeira, e como foi pé quente deveria ser convidado para os próximos jogos.

Secretária que o Fim do CEDUP

Atual Secretária de Educação Simone Scrham, que é de Joinville, e sogra do candidato a Governador pelo MDB Mauro Mariani, quer acabar com os  18 CEDUPs de Santa Catarina. Mas isso não impede que a comunidade estudantil se mobilize. Isso aconteceu em Lages. Estudantes, mesmo aqueles não afetados pela medida porque já estão matriculados, foram para as ruas. Juntamente com gestores e professores engrossaram o protesto para que a medida seja revista.

Vereadores estiveram na secretaria em Floripa