A Avalanche e Xanxerê.

O vizinho Estado do Rio Grande Do Sul escapou na noite de ontem de ter uma nova tragédia, nos moldes da boate Kiss de Santa Maria. A manifestação da torcida gremista chamada de “Avalanche”, quando o time faz gol uma parte da torcida desce correndo da arquibancada e se amassa perto do alambrado. No novo estádio a Arena foi deixado um espaço sem cadeiras para que esta manifestação continuasse acontecendo. Ontem no jogo pela libertadores em que o Grêmio só venceu nos pênaltis na primeira “Avalanche” do novo estádio, uma tragédia quase acontece. Parte do alambrado rompeu e vários torcedores cairam no fosso que separa do gramado. Alguns torcedores ficaram feridos e felizmente ninguém morreu. Vamos torcer para que manifestações deste tipo sejam abolidas do futebol. Já em Xanxerê o inusitado aconteceu. A Chapecoense está mandando lá seus jogos porque seu estádio está sendo reformado para o campeonato brasileiro, e ontem a noite pelo catarinense, simplesmente a trave caiu, depois de arrumada o jogo seguiu. Já em Lages o “Tio Vida” vai ter dificuldades de passar pela vistoria dos bombeiros

Publicado em Sem categoria por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.