A Festa e a GDO.

Sempre fui contra a divulgação do número de pessoas na Festa do Pinhão, porque sempre entendi que a Festa não é gincana, e o sucesso de uma Festa não se mede pelo número de participantes, mas sim pela qualidade oferecida e pelo conforto e satisfação de quem a visita. É lógico que para quem investe, como a GDO e a Gaby, o sucesso financeiro se mede pelo número de ingressos vendidos, mas que não deve ser o orientador para o poder público municipal. Assim pensando, a Festa do Pinhão deste ano foi um sucesso. Com o mínimo de participação da Prefeitura, que serviu como apoio para a Gaby e a GDO, que é a empresa responsável pelos shows. Aliás esta empresa sempre serviu muito bem a Festa do Pinhão e quando da primeira festa da atual administração, em 2013, foi cortado dos planos e deu no que deu. Sem a vaidade dos homens públicos de querer aparecer mais do que os artistas da música, a Festa deste ano foi boa, vamos esperar que no próximo ano, ano de eleição, os papagaios de pirata não queiram sobrevoar o parque. Em tempo: parece que aquela famosa casinha do prefeito, não fez falta para ninguém.

Lauri/GDO e Beto/Gaby, os responsáveis pela Festa.(Foto Glauco)

Lauri/GDO e Beto/Gaby, os responsáveis pela Festa.(Foto Glauco)

 

Publicado em Festa do Pinhão por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.