Basquete lageano ficou na mão.

Pelo campeonato estadual de basquete adulto, vindas de duas vitórias, as equipes de Rio do Sul e Lages (Apabla/FME) teriam tudo para fazer um duelo de gigantes na noite de quarta-feira, numa das maiores arenas de esporte do Estado, o ginásio Jones Minosso. Teriam, teriam, mas não tiveram. Lages perdeu por W.O. Um vexame.                                                                                                                                                     Segundo o regulamento,  qualquer partida precisa de estrutura básica. Além de arbitragem é preciso segurança e sistema de som. Porém, nem segurança, nem som teriam sido providenciados para a disputa em Lages, pela FME. Conforme diz a regra, se o mandante do jogo não disponibiliza a estrutura, o visitante vence sem precisar jogar, o chamado W.O.                                                                                                    Com um time formado por atletas lageanos que inclusive já disputaram a liga nacional, e agora defendiam o nome de Lages, dirigentes e atletas estão revoltados com a Fundação Municipal de Esportes, pelo vexame.basquete 1basquete2

Publicado em esporte por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.