Cai a representação popular.

Caso os vereadores confirmem em segundo turno a redução de cadeiras para 16 no legislativo lageano, os partidos ou coligações poderão lançar 24 candidatos a vereador. Ou seja, 150% do número de vagas.                                                                                                  E ainda, se na última eleição de 2012, fossem 16 as vagas em disputa, Felício Martins (PP), Thiago de Oliveira (PMDB), Padeiro (PTB), Chagas (PSC) ou Apolinário (PSD), três destes cinco estariam fora. Com exceção de Thiago Oliveira, os demais são representantes legítimos de bairros pois o Felício tem sua base no Centenário, Padeiro no Guarujá, Chagas no Tributo e Apolinário no Bela Vista/Própadeiromorar.                                                     Portanto fica evidente que a diminuição de cadeiras somente prejudica aqueles que são os legítimos representantes das classes mais populares de nossa cidade. O importante é diminuir o gasto e não a participação do povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.