Vacinado e rastreado

O primeiro evento-teste de Santa Catarina na pandemia da Covid-19, para entender melhor os limites das atividades do setor durante esse período, será em 29 de julho em Florianópolis. Quem assistir ao espetáculo, da Camerata da cidade, será acompanhado por 15 dias depois do concerto.

No evento, que é gratuito, o grupo vai apresentar o Concerto para Piano e Orquestra N. 5 “Imperador”, de Ludwig van Beethoven. A apresentação será no Teatro do CIC.

Poderão participar apenas moradores da Grande Florianópolis que tenham recebido, há pelo menos 21 dias, a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Os interessados devem fazer a inscrição até domingo (25) via internet para conseguir os ingressos.        Os espectadores, músicos e produtores devem cumprir uma série de regras sanitárias. Elas foram concebidas por um grupo de trabalho que atua desde o início do ano, formado pela Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Secretaria de Estado da Saúde, Vigilância Sanitária de Florianópolis e representantes do segmento de eventos.                                                                                                                   Depois da apresentação, os espectadores serão acompanhados por uma equipe de pesquisadores da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), com apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

Vôlei torce por Renan

Renan Dal Zotto, técnico da seleção brasileira masculina de vôlei, teve que passar por uma cirurgia vascular  segunda-feira por conta de uma trombose arterial aguda. O procedimento ocorreu bem, e seu quadro é estável, de acordo com o boletim médico do Hospital Samaritano Botafogo, no Rio de Janeiro.

Diagnosticado com Covid-19, Renan foi internado na última sexta-feira. Na segunda, a Confederação Brasileira de Vôlei informou que o treinador havia sido intubado para manter o nível da saturação de oxigênio mais alta.                                                       Ele segue sedado e respirando com o auxílio de ventilação mecânica. Renan Dal Zotto já tomou a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, em Santa Catarina, mas ainda aguarda o calendário para tomar a segunda. Com 60 anos, ele se enquadra no grupo prioritário da saúde por ser profissional de Educação Física. De acordo com especialistas, é importante ressaltar que as vacinas não

Renan, Renato e Paulinho com as esposas antes do covid 19

impedem que as pessoas peguem a doença, mas que desenvolvam sintomas graves. Por isso, mesmo os vacinados devem manter todos os protocolos de higiene e distanciamento social.

Empresa parceira

A Klabin fez hoje uma doação para o Hospital Seara do Bem de 10 Respiradores, 40 Bombas de Infusão e 10 Blender para respiradores que vão auxiliar no tratamento de pacientes do Covid-19.                                                                                       Enquanto isto aguardamos para o dia primeiro de Abril, os procedimentos anunciados para o HMTR prometidos pelo Governo do Estado.

Profissionais da saúde

Impressionante o poder devastador do COVID-19 . Em Lages, mais um profissional da saúde perdeu a vida após ter sido contaminado pelo vírus. Ano passado faleceram os médicos Jonas Lenkul e Moacir Cucco. Neste ano faleceu Luiz Vieira e nesta madrugada mais um amigo se foi. Faleceu o médico endocrinologista Luiz Alberto Susin. Ou seja , ninguém está imune, e os profissionais da saúde são os mais expostos .

Comércio poderá abrir

Como o decreto municipal que restringiu a circulação de pessoas por tempo limitado, se encerra sexta-feira (19) às 24:00 e o decreto estadual que propunha o lockdown no estado nos finais de semana, não deve vigorar, a tendência é que o comércio possa estar aberto a partir de sábado. Na reunião do Coes ontem, ficou estabelecido que um novo lockdown é descartado, mas recomenda novas ações como multas e horários diferenciados. É hora da turma das baladas, buates, festinhas e bares, ficar em casa e dar o exemplo, mesmo porque a faixa etária dos 20 aos 40 anos é hoje uma das mais atingidas e a que mais transmite  o covid-19.

Jovens não se cuidam

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Gebreyesus, demonstrou nesta quinta-feira (30) preocupação com o aumento das infecções de coronavírus Sars-Cov-2 entre os jovens.

A líder técnica da OMS, alertou que boates e casas noturnas estão virando focos de coronavírus. “Cada vez mais vemos as boates como espaços de infecções”, disse.

Talvez você seja saudável e jovem, mas você pode passar o vírus para um idoso, uma pessoa com doenças”, complementou Kerkhove, reforçando que também se preocupa com os efeitos a longo prazo da infecção nos jovens.                                Em Lages a Força Tarefa, tem encontrado dificuldade em acabar com as festinhas que acontecem nos bairros, e em locais afastados, principalmente na madrugada.