Testes pelo plano

Os planos de saúde terão de cobrir a realização de testes sorológicos para detecção do novo Coronavírus. A medida foi editada por meio de resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), publicada nesta segunda-feira (29) no Diário Oficial da União (DOU) e já está em vigor.

O teste sorológico identifica a presença de anticorpos (IgA, IgG ou IgM) no sangue dos pacientes que foram expostos ao vírus em algum momento. Como avalia a resposta do organismo para combater o Sars-CoV-2, o exame é indicado a partir do oitavo dia desde o aparecimento dos sintomas.

A inclusão desse teste no rol de procedimentos de cobertura obrigatória atende decisão judicial relativa à Ação Civil Pública (nº 0810140-15.2020.4.05.8300) movida pela Associação de Defesa dos Usuários de Seguros, Planos e Sistemas de Saúde (Aduseps).

Sem o Covid-19

Pesquisa realizada pela assessoria de Comunicação da Prefeitura de Lages mostra que a cidade é a única, entre as mais populosas do país, acima dos 125 mil habitantes, que não tem mortes por Covid-19. A pesquisa foi feita nas 324 cidades do Brasil acima dos 100 mil habitantes com base nos números das Secretarias Estaduais da Saúde e do IBGE. Por enquanto, Lages também não tem registro de moradores internados pelo vírus na UTI.

Apenas uma pessoa de Balneário Camboriú está na UTI do Hospital Tereza Ramos, diagnosticado com Covid-19. O prefeito de Lages, Antonio Ceron, destacou que desde o início da Pandemia a cidade tem trabalhado de forma precoce no enfrentamento da doença.

Ceron falou ainda da importância de manter a retaguarda já que estamos em uma época de frio intenso e na semana que vem alguns setores estão liberados pelo estado para voltarem na ativa, como os eventos, por exemplo. A preocupação está em manter os índices positivos para a Covid-19 na cidade.

“Fazer com que as pessoas abram mão de algumas vontades pessoais nesse momento em favor de um bem maior que é exatamente a conciliação da economia com um cuidado especial, principal e prioritário com a saúde das nossas pessoas”, disse o prefeito.                                                                                                                                           Desde o fim de semana o uso de máscara passou a ser obrigatório em todo o território municipal de Lages, como nas ruas, por exemplo, e não só nas repartições públicas e nos estabelecimentos comerciais. A medida foi assinada em decreto pelo prefeito Antonio Ceron. O parque Jonas Ramos (Tanque) e o Morro da Cruz estão fechados por tempo indeterminado. De acordo com o prefeito são locais que registraram maiores aglomerações nos últimos fins de semana.

HTMR saiu mais um

Está vago novamente o cargo de confiança de Administrador Geral do Hospital Tereza Ramos. Com o pedido de demissão ontem de Felix Aidar já são dois administradores em menos de um ano. Dizem, não afirmo que o motivo teria sido o descontentamento de um jovem político do PSL que teria ficado bravo por não ter sido convidado para receber os respiradores para hospital, e o convite para o prefeito Ceron visitar a nova ala que será entregue em breve. Se isto for verdade, ganha a política e perde a saúde.

Transferindo responsabilidades

O governador Carlos Moisés (PSL) anunciou em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (1º), em Florianópolis, o plano de regionalização das medidas contra o coronavírus em Santa Catarina, que passará a valer na próxima segunda (8). O governo também definiu novas datas para a possibilidade de liberação de serviços como transporte público, aulas e eventos.                                                                                               Com a nova forma de gestão anunciada pelo governo, os municípios vão decidir sobre o funcionamento ou não de atividades públicas e privadas. Santa Catarina será dividida em 16 regiões, com base no mapa que define as regiões de saúde do Estado.                                                                                                                                      O governador explicou que as próximas decisões sobre a liberação ou restrição de atividades, como o transporte público, as aulas e os eventos, que ainda estão suspensos, serão tomados em conjunto pelas regiões de saúde. Ele justificou a nova medida afirmando que não é possível continuar definindo as ações para todos os municípios com “uma única canetada do governador”. 

Quarentena prorrogada

o governador Carlos Moisés da Silva (PSL)   assinou novo decreto , prolongando por mais sete dias a situação de emergência em todo o território catarinense:

– É o melhor a se fazer agora, o isolamento social, pra evitar proliferação em massa do coronavírus.

Moisés antecipou que na terça-feira (24), vai se reunir com a equipe do governo de Bolsonaro para falar sobre as últimas medidas que o governo federal anunciou e que serão efetivadas por medida provisória.

Recado para academias

Deu no Cacau:

Academias de Floripa precisam se adequar as necessidades de um público cada dia mais exigente com a qualidade da prestação de serviço. Não bastam aparelhagens de última geração e diversidade de atividades se não há opções de dias e horários de funcionamento, que permitam o total aproveitamento da semana.

Finais de semana e feriados há tempo fazem parte do dia a dia das academias do Rio e São Paulo, onde nas madrugadas também se “flagela o corpinho”. Feriados e finais de semana, simplesmente fecham. Floripa é uma meca da galera da maromba! No Rio, academia que não abrir nestes dias e não ampliar horários, é falência na hora.

Por pressão de verador infantil pode mudar

Tudo corria as mil maravilhas. Prefeitura fazia sua parte remunerando os médicos e materiais, e o Hospital Infantil como sempre realizava um belo trabalho. Acontece que por pressão do vereador Jair Jr (PSD), que exteriorizou a reclamação de um paciente, o caso ganhou espaço na mídia e redes sociais. Descontente com a repercussão a direção do Hospital Infantil resolveu então colocar em prática o que determina um TAC de 2016, assinado pelo então prefeito Toni Duarte, que estabelecia que ” no prazo de 365 dias, realizar a prestação dos serviços médicos pediátricos ambulatoriais em espaços de sua propriedade que não se confundam com espaços hospitalares de terceiros”. O jornalista Edson Varela, em seu blog explana a situação.

Vereadores Jair Júnior e Lucas Neves têm insistido contra a mudança do atendimento infantil do Seara do Bem para a nova UPA. Quer-se acreditar que se posicionem assim por experiência de gestão e legislação, levando ambos inclusive a pressionar com abaixo-assinado.

É QUE…

Não mudou o ordenamento permitindo o jeitinho para atender o pedido de não mudança, ao invés daquilo que está no papel, como determinante legal: O atendimento deve ocorrer com médicos concursados pelo município na UPA, onde o Ministério da Saúde ajuda a bancar o custeio e não no Seara do Bem.

BUSCA DE MEIO TERMO

Num gesto de que não é birra ou indiferença ao pedido de permanência do atendimento no Seara do Bem, prefeito Ceron conseguiu agenda na tarde desta segunda-feira, 11, com representantes do Ministério Público. Vai levar a questão, sobre a possibilidade de não se proceder à mudança. Ceron não tem autonomia para essa decisão, visto que a mudança colocando o atendimento infantil na UPA foi um acordo assinado ainda nos tempos em que o prefeito era Toni Duarte.Ou seja, o verador agora aproveitando da situação muda de lado, a e acusa a prefeitura de ser a responsável pela mudança. É muita irresponsabilidade.