Fora da elite do futebol

Com o¬†rebaixamento da Chapecoense √† S√©rie B confirmado nesta quarta-feira, Santa Catarina n√£o ter√° nenhum representante na primeira divis√£o em 2020. Isso n√£o acontecia desde 2001, √ļltimo ano que o estado n√£o teve ningu√©m na S√©rie A.

Em 2019, Santa Catarina foi representada por Avaí e Chapecoense, mas ambos sucumbiram antes da partida final. O Leão da Ilha caiu na 33ª rodada, ao empatar com o Cruzeiro. A Chape foi rebaixada ao perder para o Botafogo.

CATARINENSES NA ELITE

Ano Times
2002 Figueirense
2003 Crici√ļma e Figueirense
2004 Crici√ļma e Figueirense
2005 Figueirense
2006 Figueirense
2007 Figueirense
2008 Figueirense
2009 Avaí
2010 Avaí
2011 Avaí e Figueirense
2012 Figueirense
2013 Crici√ļma
2014 Chapecoense, Crici√ļma, Figueirense
2015 Avaí, Chapecoense, Joinville, Figueirense
2016 Chapecoense e Figueirense
2017 Avaí e Chapecoense
2018 Chapecoense
2019 Avaí e Chapecoense

Est√°dio Havan

O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, está estudando a possibilidade de participar de um novo negócio: investir na construção de um estádio de futebol Рa Arena Havan Рem Brusque, cidade-sede da empresa.

A viabilidade da iniciativa depende de análises a serem feitas em conjunto com o Brusque Futebol Clube. Hang admite a possibilidade, mas condiciona a hipótese de se associar desde que o clube estruture um projeto com conceitos de gestão empresarial, a exemplo do que faz o Athletico Paranaense.

– ” Estamos conversando ” , diz o empres√°rio, quando questionado sobre o grau de amadurecimento do assunto.

Ele estabelece, claramente, os critérios mínimos para a ideia prosperar: o clube precisará incorporar elementos presentes em qualquer companhia que prega e atue profissionalmente: ter administração eficiente, agir com transparência e adotar a meritocracia. Presidente do Inter podia sugerir uma parceria no Tio Vida. Vai que cola