CPI do Brilho de Natal

O presidente, Jair Junior queria fazer da CPI um tribunal de acusação, citando oito pessoas, que no entendimento do relator, Lucas Neves,eram completamente alheias ao processo. Por conta disso o bate-boca foi violento.                                              Segundo o relator, vereador Lucas Neves (PP), 

Na tarde desta quarta-feira (28/02) estava marcada a reunião onde seria lido o relatório da CPI da Infelicidade. “A reunião havia sido marcada pelo presidente da CPI, vereador Jair Junior (PSD) às 13:20 e eu já estava aguardando os demais membros da CPI, já que eu sou o relator e deveria fazer a leitura”, diz Lucas.

Às 14h o presidente chegou na sala de reuniões e anunciou a suspensão da reunião. “Eu e os vereadores Chagas e Ivanildo nos manifestamos contrários a decisão, mas o presidente disse que tinha o direito de suspender sem consultar os demais membros”, salienta o vereador Lucas.

Ele ficou de, ainda hoje, definir novo dia e horário para que eu possa ler o meu relatório, finaliza o relator.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.