Desculpas para não dar a revisão salarial.

Qualquer cidadão com um pouco de estudo sabe que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) estabelece como limite  prudencial para despesas com folha de pagamento de servidores o percentual de 51,03 % da receita corrente líquida e considera apenas os gastos de caráter remuneratório de ativos e inativos. Deve saber também que para  a revisão anual não se estabelece este índice pois é um direito do servidor contemplado pela Constituição federal em seu artigo 37. O reajuste salarial, este sim está condicionado na (LRF). Dito isto podemos considerar a visita do Prefeito de Lages ao Tribunal de Contas, estava lá em Floripa para o encontro do PMDB, como um mero cafezinho político partidário, pois o conselheiro Herneus de Nadal foi deputado estadual pelo PMDB. A assessoria do Prefeito disparou matéria e fotos do encontro de cordialidade, como se fosse uma consulta formal ao Tribunal, quando todo mundo sabe que nenhum Tribunal de Contas de qualquer estado do país fornece  respostas informalmente. A prefeitura de Lages pode não ter o financeiro para dar revisão salarial mas tem sim o limite , pois se considerarmos 6% na folha, no limite significa  apenas algo em torno de 2%. Portanto os subterfúgios apresentados para não conceder a revisão

Prefeitura tem o limite

Prefeitura tem o limite

são muito fracos quase amadores.

Publicado em Economia por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

3 pensou em “Desculpas para não dar a revisão salarial.

  1. Vamos ver se este vc posta…tão fácil criticar as coisas do poder agora né ? Pena que vcs não o viserao quanto podiam quando estava lá ….quando tinham tinta na canetA…. E bom refletir

  2. Ai Francine, isso não é desculpa para a péssima administração do governo atual que você está defendendo, é bom refletir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.