Esquentou geral.

Reportagem publicada nesta quarta (17) no site do jornal “O Globo” revelou que o dono do frigorífico JBS Joesley Batista entregou à Procuradoria Geral da República uma gravação na qual Aécio teria pedido 2 milhões de reais ao empresário. 

No áudio gravado por Joesley, com duração de cerca de 30 minutos, o presidente nacional do PSDB justifica o pedido dizendo que precisava da quantia para pagar sua defesa na Lava Jato. O senador tucano é alvo de seis inquéritos no Supremo relacionados à Lava Jato.                                                                                                                          O Globo” informou também que o dono da JBS gravou o presidente Temer  dando aval para comprar o silêncio do deputado Eduardo Cunha que está preso. O presidente disse que se reuniu com o empresário Joesley Batista, mas “que jamais tentou evitar a delação de cunha”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.