Governador quer agilizar a Sinotruk.

O Governador Raimundo Colombo se reuniu nesta terça-feira, em Brasília, com o Ministro Do Desenvolvimento e Indústria, Mauro Lemos. No encontro eles encaminharam, o processo que permitirá o início da obras de implantação da fábrica chinesa de caminhões Sinotruk. “Estamos no último estágio antes da construção, resolvendo os últimos obstáculos para começar a obra “, comentou Colombo.

Governador e o Ministro.

Governador e o Ministro.

Conforme o governador, há pendência jurídica que deve ser resolvida na próxima semana, com nova reunião entre as partes. “Encontraremos a melhor solução técnica para que o projeto tenha início”, expressou. Participaram da audiência, a secretária de Articulação Nacional, Lourdes Martini; o secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni; o presidente da SC Par, Paulo César da Costa; o secretário da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli; entre outros.

A fabricante chinesa já concluiu o projeto da fábrica em Lages, primeira unidade da Sinotruk fora da China. Estima-se que a produção máxima da planta chegue a 8 mil caminhões por turno, por ano. A unidade catarinense da Sinotruk será construída no Polo Industrial de Índios, em Lages, ao lado da BR-282. O investimento para construção é de aproximadamente R$ 300 milhões. A unidade vai gerar 400 empregos diretos e cerca de 700 empregos indiretos ligados à cadeia de fornecedores. Em um primeiro momento, os veículos serão produzidos com material importado da China, mas a proposta é chegar ao fim do terceiro ano de operações com até 65% das peças nacionalizadas.

 

Publicado em Sem categoria por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.