Hospitais vão receber ajuda.

Os dois maiores hospitais filantrópicos da Serra Catarinense encerram esta semana com grande expectativa em relação às suas finanças. As direções do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres e do Hospital Infantil Seara do Bem,receberam do Governo do Estado a garantia de que continuarão recebendo ajuda financeira para as suas atividades ao longo de 2016.

As negociações foram encaminhadas nesta sexta-feira,  pelo secretário executivo João Alberto Duarte, e pelo secretário dos Recursos Desvinculados (Fundo Social), Celso Calcagnotto.

No HNSP, os dois foram recebidos pela diretora geral, irmã Nelsa Hackbarth, e pelo diretor administrativo, Canísio Winkelmann. A instituição solicita a renovação do convênio com o Estado, que em 2014 repassou R$ 1,9 milhão e, em 2015, mais R$ 2,6 milhões para fins de custeio e manutenção. O novo pedido do HSNP será analisado no Centro Administrativo, em Florianópolis, e assim que forem definidos os novos valores, o convênio deverá ser renovado.

Já no Seara do Bem, os secretários se reuniram com o presidente do hospital, Wilson Ribeiro dos Santos, e com representantes da associação que auxilia a instituição. João Alberto Duarte e Celso Calcagnotto renovaram o compromisso do Governo de SC em continuar repassando em dia os recursos necessários para a conclusão das obras de ampliação e construção do centro de diagnóstico de imagem, com investimentos de R$ 6,5 milhões do Estado.

Paralelamente às reuniões no HNSP e no HISB, os secretários trataram da ampliação do Hospital Tereza Ramos, pertencente à rede estadual de saúde pública e cujas obras, que estão em pleno andamento e dentro do cronograma, recebem recursos de R$ 100 milhões do Governo de Santa Catarina, o maior investimento do Pacto pela Saúde em todo o Estado.

Hospital Infantil e Secretário

Hospital Infantil e Secretário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.