Infidelidade partidária

Deu no DC:

Conselho de Ética do PSL vai se reunir nesta quarta-feira (11), às 19h, para iniciar o julgamento de quatro deputados do partido que são acusados de atos de infidelidade partidária. São eles o líder deputado Sargento Lima, mais Felipe Estevão, Ana Campagnolo e Jessé Lopes.

Nos bastidores há informações seguras indicando aplicação de penalidade aos quatro parlamentares. Eles são justamente os mais identificados com o presidente Jair Bolsonaro.

Apoiadores dos deputados estão anunciando protesto durante o julgamento. Pretendem levar faixas, cartazes e melancias, em crítica indireta ao governador Carlos Moisés da Silva, que é responsabilizado pelos processos e criticado por ter sido eleito pela direita e governar com a esquerda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.