Mais um pedido de impeachment

A Assembleia Legislativa aceitou oficialmente, nesta quinta-feira (3), dar início ao segundo processo de impeachment contra o governador Carlos Moisés (PSL) e a vice-governadora Daniela Reinerh. Com a aceitação, dois processos de impedimento passam a correr em paralelo na Alesc.                                                                                                A denúncia, protocolada no início de agosto pelo advogado Leonardo Boerchadt, de Florianópolis, leva a assinatura de 16 pessoas, entre advogados e empresários – um deles é Hélio Bairros, presidente do Sinduscon da Capital. O documento aponta supostos crimes de responsabilidade no reajuste dos procuradores estaduais – assunto que já é abordado no primeiro pedido de impeachment – e também em ações de governo na gestão da pandemia.

A apresentação da denúncia na Alesc levou quase três horas, e foi seguida pela leitura do parecer da Procuradoria da Assembleia Legislativa, que foi feita pelo 1º vice-presidente, Mauro de Nadal (MDB). 

Com o novo processo em andamento, a Alesc terá que estabelecer uma nova comissão para analisar o impeachment.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.