Na Assembléia

O primeiro dia de sessões ordinárias da Assembleia Legislativa mostrou um clima político desfavorável ao governo Moisés da Silva. Deputados da base do governo e até do mesmo partido do governador fizeram várias críticas à falta de iniciativa da atual administração, ao excesso de burocracia e até a falta de respeito de secretário com a representação parlamentar.                                                                                                                     O deputado Ivan Naatz, do Partido Liberal, manteve a linha oposicionista atacando a falta de iniciativa para problemas emergenciais do Estado.                                                                                                                                                                             Marcius Machado, deputado do PR, criticou a decisão da Secretaria da Saúde de retirar o tomógrafo instalado no Hospital e Maternidade Tereza Ramos de Lages, transferindo o equipamento para o Hospital Regional de São José. E revelou que até os leitos estavam sendo levados do Hospital, fato que não ocorreu por intervenção da deputada federal Carmem Zanotto, do Cidadania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.