Obras federais vão parar

O ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, anunciou em audiência no Senado que “várias obras vão parar”. Ontem ele tentou voltar atrás O governo federal está sem recursos. Mais um lamentável calote da presidente Dilma que, na campanha, prometeu o céu. Após a posse, colocou os brasileiros no purgatório e agora os mantém penando na beira do abismo.O contingenciamento vai atingir obras federais relevantes para melhoria da infraestrutura catarinense. É outro efeito desastroso do instituto da reeleição.
As principais rodovias federais que cortam o Estado continuam na promessa. Vale lembrar que Lula prometeu a BR-101 sul no primeiro mandato. Zero! Reiterou no segundo. Nada! Dilma renovou o compromisso e enfatizou que a 470 era “questão de honra pessoal”, e a duplicação da BR- 282 e o contorno de Floripa ? E como fica a situação dos políticos que batalharam pela reeleição de Dilma em Santa Catarina em troca de obras federais no Estado ?.O que fará o Fórum Parlamentar Catarinense diante de cenário federal tão cruel para o Estado?elizeu e dilma.

Elizeu e Toni com Dilma

Elizeu e Toni com Dilma

Publicado em Política por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.