Parece que a Câmara começa a ser Câmara.

Nova postura dos vereadores de Lages, esta surprendendo muita gente, principalmente para quem estava acostumado às votações goela abaixo conduzidas pelo presidente Nilton Freitas (PTB) , e isto já aconteceu com a votação do projeto de lei n.º 003/15 enviado pelo prefeito Toni Duarte (PPS) à Câmara. Com o voto do presidente Adilson Apolinário (PROS) como desempate, o projeto foi rejeitado por dez votos contra nove. O documento propunha o manejo de dotações orçamentárias de 2015 da Prefeitura via decreto, sem que necessitasse passar pela aprovação da Câmara, entre outras providências.Além do próprio presidente Adilson Apolinário, foram contrários ao documento os vereadores Padeiro (PTB), Aidamar Hoffer (PSD), David Moro(PMDB), Enio do Vime (PSD), Gerson (PMDB), Juliano Polese (PP), Luiz Marin (PP), Marcius Machado (PR) e Marião (PSB).                                                                                                                       Agora, parece que os poderes legalmente constituídos passam a ter independência em Lages, acabando aquela velha prática do toma lá e da cá.

Publicado em Política por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.