PMDB tem semana agitada.

O PMDB tem articulações intensas até o próximo sábado, quando será realizada a convenção nacional da sigla. O vice-presidente Michel Temer  deverá reeleito para presidir a agremiação, mas surgirá o debate sobre o rompimento com o governo Dilma. Embora tenha aprovado a tese da ruptura com o PT, os diretórios do Sul não exercem controle sobre as decisões nacionais. Outras regionais reforçarão o clamor pelo desembarque. Contudo, a discussão ficou de fora da pauta oficial da convenção. Aliados defendem que Temer fique fora de Brasília, dedicado apenas ao PMDB, para evitar desgastes e manter distância de Dilma.temer e dilma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.