Prof. Ari Martendal se manifesta.

Instigado a comparecer à lide, eminente professor Ari Martendal se manifesta sobre a remoção dos moradores da Avenida Ponte Grande, em sua coluna semanal do jornal O Momento:         Atingidos da Ponte I                                                                                                                                                Desalojar uma família não é apenas um ato material, é acabar com suas costumeiras circunstâncias e destruir um ninho. A questão é econômica, mas também antropológica e cultural. A prefeitura emitiu uma nota “solucionática “, onde os desiguais são tratados de forma padronizada. Ademais, não só o povo simples, mas também pessoas aquinhoadas, com justa e absoluta razão, sempre desconfiam dos políticos e do poder público.                                                                                                                                                                                                                                                         Atingidos da Ponte II.                                                                                                                                           A mesma pessoa que hoje governa o município, quando deputado fez reuniões em Abdon Batista com os futuros atingidos pela barragem da Usina Garibaldi, pessoas da comunidade Santo Antônio, São Paulinho e Capela das Graças. Fez discurso e promessas, de saltar a veia do pescoço. De repente sumiu e deixou aquelas gentes “acalcando o chapéu”, como no causo do Pedro Malasartes. Se alguém quiser saber o por que, é só ir lá e perguntar para aquele povo…. Então, os atingidos pela Avenida Ponte Grande deixem as barbas de molho, porque, como diz o ditado, “cesteiro que faz um cesto, faz um cento “.

Publicado em Direito por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.