Quem não deve não teme.

O Gaeco ( Grupo de atuação no combate ao crime organizado) do Ministério Público Estadual, instaurou um processo crime contra a Prefeitura de Lages, para averiguar denuncias de suposta fabricação de horas extras na Secretaria de Segurança Pública. O esquema funcionaria mais ou menos assim: o chefe da segurança, detentor de cargo comissionado, nomeado pelo Prefeito Elizeu Mattos, emitiria horas extras-fictícias para os guardas municipais (não confundir com os agentes de trânsito), sendo o que o referido guarda municipal receberia 50% deste valor e o restante seria devolvido ao emitente sob a alegação de que seria uma contribuição para o partido do chefe de segurança. Todos estes procedimentos são ilegais, sob  a ótica do direito constitucional/administrativo. Segundo a denuncia um guarda que foi demitido denunciou o fato para o Ministério Público, que tomou as devidas providências. A Prefeitura ficou na defensiva e evasiva, emitindo uma nota oficial que não diz nada com nada. Já os vereadores de oposição, e a única função dos vereadores é fiscalizar, estão tentando criar (abrir) uma CPI para averiguar os fatos. O que se esperaria dos vereadores de situação em uma hora destas? Que segundo a frase quem não deve não teme, votassem a favor desta CPI para averiguar os fatos. Mas até agora somente os vereadores, Juliano/Marião/ Marin/Aidamar/Enio do Vime, se manifestaram favoráveis para a abertura da CPI que necessita de sete votos para ser instaurada.Vamos ficar no aguardo da manifestação de que mais dois vereadores assinem o pedido, para que então possamos saber a verdade, ou esperar o resultado da investigação do Gaeco. Se os vereadores não querem investigar então é melhore fechar as portas do Legislativo Municipal.

 

Publicado em Política por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

7 pensou em “Quem não deve não teme.

  1. E o Marcius Machado não votou ? será que não existe mais um vereador que tenha vergonha na cara ?

  2. Se a Prefeitura diz que vai investigar porque os vereadores da situação não autorizam a CPI, medo de que apareça mais coisa ?

  3. Falando em GAECO, o que deu a investigação do RH da prefeitura, em que o André Rau ficou preso, foi solto e não se sabe mais nada. Alguém sabe informar?

  4. É um absurdo, cade os senhores vereadores, o povo que investigação acarda Lages, vamos ver com olhos bem aberto estes q são contra dar esplicação para o povo

  5. Também gostaria de saber os desdobramentos das investigações do RH da prefeitura…..ou o assunto já morreu e os envolvidos vão continuar impunes?

  6. Essa é a gestão da pessoa certa no lugar certo!!!! Pior ainda é o posicionamento dos Vereadores!!!!

  7. Marcos , antes de cobrar os vereadores veja seu português ! Explicação é com ” x” e não com ” s” , ok e tbm seria o povo quer a investigação acorda lages , senão fica difícil ne

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.