Reajuste em época de eleição é retirado da Câmara.

O vereador, líder do Governo  Municipal na Câmara, retirou o projeto  que só agora vinha reconhecer um direito dos Agentes Comunitários de Saúde, estabelecido pela Lei Federal 12.994. de 17 Junho de 2014. Projeto que chegou com três meses de atraso na Câmara, foi retirado por falta de argumentação e conhecimento da bancada de situação.  Projeto autoriza o Prefeito a pagar o piso nacional na carreira. Num primeiro momento o Prefeito, alegando não ter recursos, mandou os Agentes  buscarem o reajuste na justiça, e agora tentando abafar o movimento da saúde e próximo da eleição, envia o projeto para aprovação dos vereadores.  Projeto continua em tramitação na casa, aguardando o sinal verde do executivo, que tem a maioria absoluta para aprovar o que quiser. Ao imputar a culpa aos dois vereadores de oposição pela não tramitação o Prefeito reconhece sua falta de capacidade de negociação. Esperamos que o bom senso prevaleça , paguem o piso na integralidade, respeitando a Lei Federal e não se retire o abono desta classe. Vale lembrar que na gestão anterior, mesmo tendo minoria na Câmara, o Prefeito Renatinho foi o primeiro Prefeito do Estado a pagar o piso do Magistério na carreira.

Publicado em saúde por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.