Saúde sem comunicação.

Grande maioria das Unidades Básicas de Saúde de Lages, amanheceram nesta segunda (15), sem telefone e Internet, prejudicando, e muito, o atendimento à população. Pois além da não ter o telefone para população entrar em contato, em caso de urgência, com as Unidades de Saúde, outros serviços ficam indisponibilizados, como:

– Autorização de Exames;
– Marcação de Consultas;
– Dispensação dos medicamentos;
Sem contar que o lançamento das informações, referente aos atendimentos realizados e a manutenção do cadastro dos pacientes, nos sistemas informatizados obrigatórios, ficam parados e atrasados.
MOTIVO: FALTA DE PAGAMENTO
De acordo com as informações disponíveis no portal da transparência, a última fatura paga, referente a telefonia da Secretaria Municipal da Saúde, foi do mês de JUNHO, conforme a imagem abaixo. Nota-se ainda, pelas informações, que a fatura com vencimento de 14/06, foi paga somente em 16/07, mais de um mês depois.
Há dias atrás, em resposta ao nosso movimento, o Prefeito acusou os funcionários da Secretária da Saúde, de estarem BOICOTANDO os serviços de telefonia e Internet, sem provas.
E AGORA QUEM ESTÁ BOICOTANDO REALMENTE?
É por essas questões que estamos indignados, cansados e desmotivados, pois a gestão não assume suas falhas e ainda coloca a culpa em quem trabalha.
Por isso estamos pedindo melhoria na gestão, e condições de prestarmos um atendimento digno à nossa população, com materiais, equipamentos e infra-estruturas adequadas para o cumprimento das obrigações e prestação dos nossos serviços de saúde em nossa cidade.

Atenciosamente,
Comissão dos Funcionários da Secretaria Municipal da Saúde.

Publicado em saúde por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.