Todos foram indiciados.

Além do prefeito afastado, do motorista e do ex-secretário, também viraram réus da Águas Limpas os empresários Arnaldo Sherer dos Santos e Julian Sherer Santos – autores das delações premiadas -, os funcionários nomeados Jaison Luis Mendes Ouriques, Kátia Regina Borges Hilmann, José Wolnei Constante e Fabrício Reichert, além do consultor Fabiano Henrique da Silva Souza.                                                                                            Uma vez que a denúncia foi recebida tem o prosseguimento normal da instrução com produção plena de provas mediante contraditório, ampla defesa, ouvir testemunhas até o julgamento final pelo Tribunal de Justiça.

Publicado em Política por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.