Velou a mãe no presídio.

Coisas de Lages. A mãe de um detento do Presídio Regional  de Lages faleceu. O advogado do preso solicitou ao Juízo competente a liberação do mesmo para acompanhar o velório da mãe, o que foi autorizado mediante escolta policial. Como a direção do Presídio alegou que não tinha condições para fazer esta escolta, foi autorizado a passagem do carro fúnebre pelo Presídio para que o detento pudesse render as últimas homenagens para a sua mãe. E o mesmo aconteceu por cerca de cinco minutos e depois o cortejo fúnebre foi em direção ao cemitério da Penha. Coisas de Lages mesmo. Acredito que nem mesmo os irmãos Theodoro já tinham passado por esta experiência.

Funerária passou no Presídio

Funerária passou no Presídio

Publicado em Segurança por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.