Vereadores da situação tentam desviar o foco.

Os vereadores de oposição bem que tentaram (2 PP), (2 PSD) (1PSB), mais o Marcius, criar um CPI para investigar um fato concreto que são as denúncias do Gaeco envolvendo a Semasa e a empreiteira Viaplan, mas como eram necessários 7 votos, a CPI não saiu. Já os vereadores da situação, monitorados pelo paço, aprovaram com 14 votos, (o Marcius votou também) uma CPI para investigar a Semasa desde a sua criação em 2001, quando Raimundo Colombo era prefeito, numa evidente manobra para desvirtuar e mudar o foco das denúncias atuais. Qual o problema concreto da Semasa nas administrações anteriores ?  nenhum, pelo menos que se saiba. Como a relação entre Raimundo Colombo e Elizeu Mattos já não era boa, quero ver agora depois deste embuste patrocinado pelos vereadores da situação, com o aval do paço municipal, como vai ficar.

Publicado em Política por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

1 pensou em “Vereadores da situação tentam desviar o foco.

  1. Paulo, essa turma deveria ter um pouco de vergonha na cara, deixar de acobertar o fato limpido e transparente que lamentavelmente Lage foi vítima, instalando ( a instalar) agora uma CPI de 2001 a 2014 é pra desviar mesmo.
    A tuma 165 não se manca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.