Foro privilegiado.

Um dos Promotores de Justiça,  falando sobre a atuação do Gaeco na investigação sobre os desvios da Semasa ( Joel Furtado Junior ): ” que a investigação durante esses oito meses descobriu foi o desvio reiterado de dinheiro público através do retorno desses valores a título de propina. Então não foram só esses R$ 165.000,00. Aconteceram outros pagamentos da mesma forma que esse que aconteceu no flagrante”. Se neste período a Viaplan recebeu RS 18 milhões da Semasa, imaginem o quanto foi o retorno…                                                       Gaeco1 E o Promotor reitera a resposta que me deu no dia da coletiva na sede do Ministério Público : “Diante da demonstração do envolvimento de um agente político com foro privilegiado, esse procedimento investigatório foi encaminhado ao Tribunal de Justiça”. Para quem não entende bem, neste caso o único político que tem o foro privilegiado, é o Prefeito de Lages.

Publicado em Política por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.