Depois de 83 a pior situação.

O temporal de granizo que atingiu Lages, na tarde da última terça-feira, pode ser considerado o pior momento desde as enchentes de 1983. Com 60  % da cidade atingida, diferente das catástrofes anteriores quando alguns pontos da cidade alagam, desta vez foi indistinto. No centro e nos bairros o estrago foi geral. Quem tinha carro, foi atingido, quem tinha telhas de eternit também.  Casas que nunca alagaram ficaram embaixo da água, doentes tiveram de ser removidos para casas de parentes, o pânico foi geral. As pessoas agora precisam de telhas. As lonas serviram para casos emergenciais, mas como a previsão promete tempo bom amanhã, será tempo de contabilizar prejuízos e trocar as telhas. O íncrível

Governador na Prefeitura.

Governador na Prefeitura.

é que que embora a chuva de granizo estive nas previsões, ninguém previu que acontecesse com tanta intensidade. O Governador Raimundo Colombo chegou a noite na cidade, mas agora o que as famílias precisam são de telhas e mais telhas.

Publicado em Segurança por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.