Estórias do futebol.

Fui chamado em uma madrugada, na condiçao de advogado de defesa de um cidadao que havia sido preso em flagrante por estelionato. Ao chegar a delegacia e entrar em contato com meu cliente, reparei que o mesmo usava um abrigo do Atlético do Paraná. Perguntei ao cidadão porque trajava aquele abrigo, e o mesmo me respondeu que tinha sido árbitro de futebol,e que no ano anterior havido apitado a final do campeonato paranaense de futebol. Ainda segundo suas palavras a final do campeonato do ano anterior tinha sido entre dois times do norte do Paraná e um dos times havia pago certa quantia em dinheiro, para que o árbitro marcasse um pênalti na final, . Não deu outra, o arbitro marcou um pênalti aos 45 minutos do segundo tempo. Sabe o que aconteceu ? O centro-avante chutou para fora, pois também havia sido comprado pelo time adversário.

Lembrei desta estoria porque aqui no Estado, nosso time, a Chapecoense, esta a seis rodadas empatando, adiando a tão esperada classificacão para a serie A do Brasileiro. Por coincidencia, ontem a noite seria realizado um jantar por adesão, para levantar a quantia de RS 1 milhão de reais , para motivar o time.O Avai com três folhas em atraso já perdeu duas.  Enquanto isto, aqui na paroquia, bem isto fica para depois…..

Publicado em esporte por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.