Greve no judiciário.

Em  assembleia na tarde desa quarta-feira, os servidores do judiciário de Santa Catarina decidiram pela manutenção da greve que já dura 21 dias. Cerca de 7 mil pessoas pararam as atividades nas 113 comarcas pelo Estado. A principal reinvindicação da classe é a aprovação do novo Plano de Carreia e Salário da categoria. Nele, o sindicato pede 16% de incremento salarial, enquanto o Tribunal – em proposta feita na última quinta-feira – afirma que não pode passar dos 6,5%, mais o acréscimo do IPC do ano.                                                                                                       Em Lages os servidores do judiciário também aderiram ao movimento de paralisação.

Publicado em Direito por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.