O futuro da Coxilha Rica.

Uma das regiões mais bonitas de Lages, e ainda mal aproveitada para o turismo, a região de Coxilha Rica, já foi berço de grandes fazendas de criação de gado. Com a divisão destas terras entre os membros de famílias tradicionais (pais/filhos/netos/bisnetos), e a diminuição da área produtiva para a criação do gado, outras alternativas foram surgindo. Primeiro a plantação do pinus americano e depois o eucalipto. Agora a aposta da região é a agricultura, para quem passar por lá vai ver que a soja deve ser a grande opção. Já tem até uma cooperativa se instalando a Coopercampos, e o Governo Estadual , elabora projeto para o asfaltamento. Enquanto isto não fica pronto, a Prefeitura poderia fazer sua parte e cuidar da estrada que está em péssimas condições, vez por outra tem um caminhão ou camionete quebrado por contas das pedras e buracos. Está na hora das novas máquinas começarem a trabalhar.

Copercampos se instalando

Copercampos se instalando

Soja nos campos

Soja nos campos

Péssima estrada e a soja

Péssima estrada e a soja

Publicado em Economia por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.