Se renunciar quem assume ?

Tramita na Câmara dos Deputados uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que possibilitaria a realização ainda em 2017 de eleições diretas, ou seja, com a votação popular, para o cargo de presidente da República. Diante das denúncias divulgadas nesta semana na última quarta-feira envolvendo o presidente, abriu-se a discussão sobre o futuro do posto mais alto da política brasileira. Pela Constituição de 1988, caso o posto fique vago atualmente, restando um ano e sete meses para o fim do mandato, devem ser feitas eleições indiretas, com voto apenas dos deputados e senadores.

O relator da PEC na Câmara dos Deputados é Esperidião Amin (PP). Na manhã desta quinta-feira, o progressista afirmou que o avanço da proposta depende de um consenso entre os parlamentares. Desde o começo de 2016, quando iniciou o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), a proposta tramita no Congresso Nacional.

Na avaliação de Amin, a eleição direta era a melhor alternativa no ano passado e, diante de uma saída de Temer, continua sendo a forma ideal de escolher o próximo presidente.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.