Sem voo regular.

Uma vez fui abordado por um membro da ACIL que me sugeriu que não falasse mais sobre as condições de nosso aeroporto pois o problema não era a falta de condição de voo, mas sim de falta de passageiros. Brevemente teremos dois aeroportos funcionando. O voo prometido para ter início hoje, Lages/Floripa não aconteceu. Em nosso aeroporto o Sindacta deu o prazo para que até agosto a torre que hoje está em cima de um barranco seja transferida. Com relação a cabeceira 34 que teria sido prejudicada por um barracão construído na administração do Coruja, com o encurtamento de 150  mts, não prejudica a decolagem de aeronaves pequenas, mas sim de  grandes aviões, que não é o nosso caso, pois aviões Brasília com 30 lugares resolvem nossa situação. Além deste barracão da pista 34, uma casa vermelha de dois andares também dificulta as decolagens. O novo barracão, bem pequeno por sinal, não causa transtornos segundo os técnicos. Já com relação ao voo para São Paulo fui informado que a dificuldade está na falta do “slot”, que é a vaga para mais um voo em SP

Aeroporto sem rádio

Aeroporto sem voos regulares

com os aeroportos lotados. Não deve sair tão cedo.

Publicado em Economia por admin. Marque Link Permanente.

Sobre admin

Paulo Marques é formado em Administração de Empresas pela FAE/PR e em Direito pela UNIPLAC. No jornalismo, atua desde os anos 90, com passagens pelas rádios Clube, UDESC FM e 101 FM. Na televisão, passou pelas tvs SCC, Tele Câmara, TV Univest e Nova Era TV. Escreveu para vários jornais de Lages e de Curitiba/PR.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.